sexta-feira, julho 19, 2024
NotíciasConcurso Nacional Unificado incluirá cadastro de reserva

Concurso Nacional Unificado incluirá cadastro de reserva

O número de posições no Concurso Nacional Unificado (CNU) ainda não foi oficialmente confirmado. No entanto, o secretário de Gestão de Pessoas do Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), José Celso Cardoso Júnior, já adiantou que o concurso incluirá a criação de um registro de candidatos em espera.

Isso implica que, além das vagas imediatamente disponíveis, o Governo Federal estabelecerá uma lista de candidatos excedentes que podem ser convocados durante o período de validade do concurso.

O registro de candidatos em espera poderá incluir até três vezes o número de vagas originais para cada cargo. Essas informações foram compartilhadas pelo secretário durante uma entrevista no programa “Brasil em Dia“, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

“Sim, está previsto cadastro de reserva. Por exemplo, um órgão/carreira que tenha 100 vagas disponíveis de imediato, vai poder montar um cadastro de reserva com até três vezes o número de vagas disponíveis, então 300 vagas no total, sendo que 100 vão ser aproveitadas inicialmente e ficarão 200 em cadastro de reserva para serem chamados no futuro”, disse o secretário.

O Governo, inicialmente, prevê a oferta de até 7 mil vagas efetivas, conforme as autorizações que foram concedidas. Porém, a adesão ao CNU é voluntária, ou seja, cada órgão e ministério com aval para preenchimento de vagas poderá decidir sobre participar ou não da seleção unificada.

Os órgãos têm até o dia 29 de setembro para se manifestarem sobre a adesão, seguindo o cronograma do MGI, que está à frente da organização do CNU.

Leia também:

Grupos WhatsApp